Etiquetas

, , , ,

Barbara Steele em "A Máscara do Demónio" (La Maschera del Demonio, aka Black Sunday, 1960) de Mario Bava

No final da década de 1950, em Itália, surgiu uma nova tendência cinematográfica aliada ao cinema de terror. Ela recuperava a componente gótica, que se pensava então tipicamente inglesa, inspirando-se nos temas que vinham dos clássicos da literatura de Horace Walpole e Ann Radcliffe a M. R. James, Mary Shelley e Bram Stoker até Edgar Allan Poe.

Era o terror gótico italiano, que baseado em histórias conhecidas, de um porte aristocrático britânico, aliava-lhe um certo modo de estar italiano, assente em erotismo, preversões sexuais, e muito macabro. Era vestido com nomes ingleses (muitas vezes pseudónimos de actores e realizadores italianos), tendo em gente como Barbara Steele, Klaus Kinski e Christopher Lee, algumas das estrelas internacionais que mais o destacaram.

É uma homenagem a esse género italiano que aqui se apresenta ao longo das próximas semanas, através de 26 filmes que vão de 1957 a 1977.

Textos adicionais
A lista de filmes

Anúncios