Fim do ciclo “Danny Kaye (Reis da comédia V)”

Etiquetas

, , , ,

Danny Kaye

Termina aqui o ciclo dedicado a um dos reis da comédia norte-americana de expressão cinematográfica, Danny Kaye. Apresentaram-se treze das suas comédias. Em falta ficou (para já) “Viva o Palhaço” (Merry Andrew, 1958), de Michael Kidd, com a promessa de que aqui será trazido quando for possível. De fora ficaram ainda (por razões óbvias) os dramas “Christian Andersen” (Hans Christian Andersen, 1952), de Charles Vidor e “Os Cinco Réis” (The Five Pennies, 1959), de Melville Shavelson, bem como a última longa-metragem em que Kaye participou, “A Louca de Chaillot” (The Madwoman of Chaillot, 1969), de Bryan Forbes, onde o comediante teve apenas um papel secundário.

Para alguns uma figura demasiado histriónica, e nem sempre servido por bons filmes, Danny Kaye construiu entre 1944 e 1963 uma carreira sólida no cinema, conseguindo uma apreciação geral do público, baseada na sua persona de enternainer total, ao bom estilo do vaudeville, mostrando dotes no canto, dança, mímica, humor físico burlesco, expressões faciais desconcertantes e uma espantosa prosódia que o tornava um rei de trava-línguas e divertidas charadas aliterativas (tanto cantadas como faladas), muitas vezes escritas pela sua esposa Sylvia Fine.

Hoje bastante caído no esquecimento, foi intenção d’A Janela Encantada homenagear este actor ímpar, e quem sabe ajudar a divulgar a sua obra e tantos momentos de génio que nos deixou no campo do humor.

Textos adicionais
A lista de filmes

O Homem do Diners’ Club, 1963

Etiquetas

, , , , , , , ,

The Man from the Diners' ClubErnest Klenk (Kaye) é um empregado da instituição de crédito Diner’s Club, com o emprego em risco, por passar constantemente cartões a quem não deve. Nas vésperas do seu casamento com Lucy (Martha Hyer), Klenk volta a fazer asneira, ao atribuir, sem reparar, um cartão ao mafioso procurado pela polícia, Foots Pulardos (Telly Savalas). Este, por sua vez, procura alguém cujo corpo possa passar pelo seu depois de carbonizado num incêndio, para que possa fugir do país. Quando Klenke vem ao ginásio onde Pulardos trabalha, para tentar recuperar o cartão, torna-se a vítima ideal de Pulardos. Continuar a ler

Um General e Meio, 1961

Etiquetas

, , , , , , , , , ,

On the Double Ernie Williams (Danny Kaye) é um soldado Americano estacionado na Inglaterra à espera do Dia D, que, ao fazer uma imitação do estratega militar, o general MacKenzie-Smith (também Kaye), é recrutado à força para se passar por ele, enquanto o general vai secretamente estudar frentes de batalha. Mas o que Ernie não sabe é que o general tem sido vítima de atentados por parte de espiões nazis. Com a ajuda do coronel Somerset (Wilfrid Hyde-White), e da própria esposa do general, Lady Margaret (Dana Wynter), Ernie vai ter de enganar todos, em várias aparições públicas, tentando sobreviver a vários atentados Continuar a ler

Satyricon, 1969

Etiquetas

, , , , , , , , ,

Texto publicado originalmente no dia 1 de Junho de 2013.

A janela encantada

Fellini-SatyriconEncólpio lamenta a perda do amante Gíton, levado por Ascilto, o seu companheiro de apartamento. Ascilto conta-lhe que vendeu Gíton a uma companhia de teatro, e Encólpio resgata-o. No regresso, Gíton escolhe ficar com Ascilto, provocando a fúria de Encólpio, em simultâneo com um terramoto.

Com o poeta Eumolpo, Encólpio participa num festim em casa de Trimálquio. Após uma desavença sobre poesia, Eumolpo é levado, e Trimalcione convida todos a testemunharem um simulacro da sua morte e funeral, enquanto conta a história da Matrona de Éfeso. Encólpio parte levando o maltratado Eumolpo.

View original post mais 982 palavras

Jacobowsky e o Coronel, 1958

Etiquetas

, , , , , , , ,

Me and the ColonelEm 1940, Paris está sob iminência da chegada das tropas alemãs. Tal leva o judeu polaco S. L. Jacobowsky (Danny Kaye) a precisar de fugir, encontrando-se sem transporte. Na sua pensão está hospedado o coronel polaco Tadaeusz Prokoszny (Curd Jürgens), que precisa levar documentos secretos para Londres. Jacobowsky tem então uma ideia, com a autoridade do coronel e o seu próprio engenho conseguirão um carro e combustível que os tire de Paris. Só que o coronel é demasiado orgulhoso para seguir um civil, sobretudo um judeu. Os dois vão ter de conviver e concordar ir primeiro buscar Suzanne (Nicole Maurey) a esposa do coronel, cuja presença acrescentará mais conflito ao grupo. Continuar a ler

O Bobo da Corte, 1955

Etiquetas

, , , , , , , , , , , , ,

The Court Jester A coroa do reino de Inglaterra foi usurpada por Roderick (Cecil Parker), que chacinou toda a família real, menos um bebé, à guarda do rebelde Black Fox, e dos seus homens. Entre eles, o artista de circo Hawkins (Danny Kaye) é incumbido de passar pelo novo bobo da corte, para ganhar acesso à sala do rei e roubar uma chave. Só que devido, a uma série de confusões de identidade, Hawkins vai ser tomado por um assassino contratado pelo maquiavélico Sir Ravenhurst (Basil Rathbone), ter de cortejar a princesa Gwendolyn (Angela Lansbury), e lutar pela vida em duelo com o bruto Sir Griswold (Robert Middleton). Continuar a ler

Natal Branco, 1954

Etiquetas

, , , , , , , , , , ,

Texto publicado originalmente em 25 de Dezembro de 2014.

A janela encantada

White ChrismasTendo-se conhecido durante a Segunda Guerra Mundial, Bob Wallace (Bing Crosby) e Phil Davis (Danny Kaye) tornam-se um duo de sucesso no teatro musical, com os seus números de canto e dança. Quando Bob e Phil visitam um par de irmãs de um ex-companheiro do exército, Betty e Judy Haynes (Rosemary Clooney e Vera-Ellen, respectivamente), que também cantam e dançam, Phil decide que é altura de fazer Bob apaixonar-se. No seguimento das peripécias, o quarteto acaba numa pousada no Vermont, dirigida pelo ex-general de Bob e Phil (Dean Jagger). É quase Natal, e o par decide salvar a pousada da falência, montando ali o seu requintado espectáculo, enquanto Phil e Judy tentam que Bob e Betty se apaixonem.

View original post mais 889 palavras

Tão Só o Fim do Mundo, 2016

Etiquetas

, , , , , , , , , ,

Juste la fin du mondeLouis (Gaspard Ulliel) é um jovem dramaturgo a lidar com uma doença terminal, tendo decidido suicidar-se. Antes de o fazer, viaja para a família que deixou para trás há doze anos, sem lhes dizer o motivo da visita. A sua chegada gera reacções díspares, desde os excessod da mãe (Nathalie Baye), que o recebe como filho pródigo, à raiva do irmão Antoine (Vincent Cassel), que se sente abandonado, e preterido pela mãe, passando pela irmã Suzanne (Léa Seydoux), ressentida e entusiasmada, entre os os excessos da mãe e os abusos de Antoine, e pela Catherine cunhada (Marion Cotillard), tímida, silenciosa, mas observadora da dor interior de Louis.

 
Filme disponível para aluguer em:
(basta clicar na imagem ao lado)
 
 
Continuar a ler

Que o Diabo Seja Surdo, 1954

Etiquetas

, , , , , , , , ,

Knock on Wood Jerry Morgan (Danny Kaye) é um ventríloquo com um problema. É que os seus bonecos boicotam-lhe os noivados, pois sempre que Jerry começa a sentir a relação ficar mais séria, os bonecos começam a deixar escapar todo o tipo de recriminações reprimidas. Para o curar, o seu empresário e amigo, Marty Brown (David Burns), sugere uma viagem a Zurique onde Jerry deverá consultar o psiquiatra Dr. Krueger (Steven Geray). Ao mesmo tempo, planos de uma arma secreta são roubados, e inseridos dentro dos bonecos de Jerry, sem que este saiba. Uma vez fora do país, Jerry começa a ser assediado por agentes secretos que não conhece, ao mesmo tempo que vai atrapalhadamente surgir no caminho de uma bonita loura que, sem que ele saiba, é a Dra. Ilse Nordstron (Mai Zetterling), assistente do médico que o vai tratar. Continuar a ler