Viagem ao Inferno, 1996

Etiquetas

, , , , , , , , , , , ,

La Sindrome di Stendhal Anna Manni (Asia Argento) é uma detective de Roma, que está em Florença, na pista de um serial killer. Quando, na Galeria dos Ufizzi, Anna sofre uma crise de Síndrome de Stendhal, o assassino (Thomas Kretschmann) vai ganhar um interesse especial nela, perseguindo-a, raptando-a, violando-a e forçando-a a testemunhar alguns dos seus crimes. Fugida do seu raptor, Anna não se vai sentir mais a mesma, comportando-se de forma estranha e alheada perante os que lhe eram próximos, sentido-se enlouquecer cada vez mais, no pânico de voltar a ser atacada. Continuar a ler

Suores Frios

Etiquetas

,

Suores Frios

Foi com muita honra que fui convidado para escrever para o blogue Not A Film Critic, da minha amiga Rita Santos, que me pediu para escrever para a rubrica “Suores Frios”, recordando uma experiência que me iniciou como fã de cinema de terror.

O filme que escolhi foi “Um Lobisomem Americano em Londres”, de John Landis, e o resultado está AQUI.

Espero que vos divirta, e que aproveitem para ler os outros textos da rubrica, e não só.

Ennio Morricone

Etiquetas

Ennio Morricone

Não é habitual n’A Janela escreverem-se obituários – penso que seja até a primeira vez – , mas hoje tal justifica-se, dada a importância daquele que nos deixou.

Com 28 (!!!) passagens pel’A Janela Encantada (e certamente muitas outras no futuro), Ennio Morricone não era apenas um compositor de banda sonoras. Mais que dar música a filmes, Morricone dava-lhes voz e personalidade. A sua música, além de inesquecível e parte da cultura musical de qualquer cinéfilo e não só, transformava os filmes, moldava cenas e sequências, e dava-lhes uma textura única, com os sons animais e ambientais e vocalizações inovadoras que juntava à sua marca orquestral.

Atrevo-me a dizer que, por cada 10 filmes em que, ao dizemos o nome, nos vem à memória uma paisagem musical, 8 serão de Morricone, tal a capacidade do maestro italiano criar imagens sonoras que se tornam tão marcantes como as cenas que ilustram.

Da sua obra ficam cerca de 450 bandas sonoras, e colaborações famosas com alguns realizadores, tanto em Itália como fora, e de que ficam alguns exemplos: a música do western spaghetti de Leone, Corbucci ou Sollima (entre muitos outros, num género que ajudou a sedimentar), o início da carreira de Dario Argento (trilogia dos animais), muito Pasolini (“Decameron”, “1001 Noites”, “Salò”, etc), Bertolucci (“Antes da Revolução”, “1900”), Pontecorvo (“A Batalha de Argel”) e Bellochio (“I pugni in tasca”) até às obras maiores de Giuseppe Tornatore (“Cinema Paraíso”, “A Lenda de 1900”, “Malena”). Já nos Estados Unidos, podemos ouvi-lo ainda com Leone “Era Uma Vez na America”, em “Dias do Paraíso” de Malick, “A Missão” (Roland Joffé), “Os Intocáveis” e “Missão a Marte” (ambos de Brian De Palma), “Veio Do Outro Mundo” de Carpenter, “Frantic” de Polanski, “Bugsy” de Barry Levinson, “Ata-me!” de Almodovar, “Lobo” de Mike Nichols, até ao recente “Os Oito Odiados” de Tarantino. E tantos outros…

Não há palavras para descrever o que este príncipe do som fez pelo cinema. Fica uma lista de publicações da Janela que devem ser lidas com música de Morricone em fundo.

Antes da Revolução, 1964, de Bernardo Bertolucci
Por um Punhado de Dólares, 1964, de Sergio Leone
De Punhos Cerrados, 1965, de Marco Bellochio
Amanti d’oltretomba, 1965, de Mario Caiano
Por Mais Alguns Dólares, 1965, de Sergio Leone
O Bom, o Mau e o Vilão, 1966, de Sergio Leone
O Grande Pistoleiro, 1966, de Sergio Sollima
Cara a Cara, 1967, de Sergio Sollima
O Grande Silêncio, 1968, de Sergio Corbucci
Corre Homem Corre, 1968, de Sergio Sollima
Pistoleiro Profissional, 1968, de Sergio Corbucci
Aconteceu no Oeste, 1968, de Sergio Leone
Espia sem Nome, 1969, de Alberto Lattuada
Companheiros, 1970, de Sergio Corbucci
O Pássaro com Plumas de Cristal, 1970, de Dario Argento
O Gato das Sete Vidas, 1971, de Dario Argento
Quatro Moscas de Veludo, 1971, de Dario Argento
Aguenta-te Canalha!, 1971, de Sergio Leone
Decameron, 1971, de Pier Paolo Pasolini
Os Contos de Canterbury, 1972, de Pier Paolo Pasolini
As Mil e Uma Noites, 1974, de Pier Paolo Pasolini
Que Viva a Revolução, 1974, de Paolo e Vittorio Taviani
Salò ou Os 120 Dias de Sodoma, 1975, de Pier Paolo Pasolini
O Mistério da Casa Assombrada, 1975, de Dario Argento
1900, 1976, de Bernardo Bertolucci
O Exorcista II: O Herege, 1977, de John Boorman
Laços de Sangue, 1979, de Terence Young
Veio do Outro Mundo, 1982, de John Carpenter

Trauma, 1993

Etiquetas

, , , , , , , , , , ,

TraumaA jovem Aura (Asia Argento) é encontrada por David (Christopher Rydell), quando se tenta suicidar atirando-se de uma ponte. Levada a sua casa, depois de descobrir que fugiu fugido da clínica onde estava internada para tratamento de anorexia, Aura assiste a um estanho cerimonial, que resulta no assassínio e decapitação dos seus pais, o que a faz procurar novamente David. Com este, Aura começa a investigar o estranho assassino conhecido como Caçador de Cabeças, o qual parece estar a matar todas as pessoas presentes numa foto que o par descobre em casa de uma das vítimas. Continuar a ler

Universos Paralelos – 30 – O body horror de David Cronenberg

Etiquetas

, , , , ,

Universos Paralelos - 30 - O body horror de David Cronenberg

Pode ouvir aqui o trigésimo episódio de Universos Paralelos:
PODCAST

Universos Paralelos é um programa da autoria de António Araújo (Segundo Take), José Carlos Maltez (A Janela Encantada) e Tomás Agostinho (Imaginauta), produzido e apresentado mensalmente no website Segundo Take.

Subscreva o podcast em:
Apple Podcasts, ou Spotify, ou por RSS

Universos Paralelos

Terror na Opera, 1987

Etiquetas

, , , , , , , , , , , , ,

Opera Quando se ensaia uma nova apresentação da ópera “MacBeth” de Verdi, a soprano Mara Czekova abandona os ensaios por não concordar com as soluções cénicas do encenador Marco (Ian Charleson), sendo atropelada de seguida. Quem a deve substituir é a jovem Betty (Cristina Marsillach), a qual triunfa logo na primeira noite, mas percebe que é seguida por um assassino que tortura quem dela se aproxima, forçando-a a testemunhar os crimes, amarrada, e com agulhas sob os olhos impedindo-a de os fechar. Sentindo a sua vida em perigo, Betty foge de local em local, seja a casa de Marco, a Ópera, ou o seu apartamento. Mas por onde passa a constante é sempre a ameaça sobre si, e a morte dos que a acompanham. Continuar a ler

Que o Diabo Nos Carregue, 2018

Etiquetas

, , , , , , , ,

Que le diable nous emporteCamille (Fabienne Babe) uma mulher já madura, encontra um telemóvel perdido. Ao combinar a sua entrega à proprietária, a bem mais jovem Suzy (Isabelle Prim), a conversa passa para sexo, devido a alguns vídeos ousados que a jovem tem no telemóvel, levando a mútua sedução, a que se junta depois Clara (Anna Sigalevitch), a companheira de Camille. A chegada violenta de Olivier (Fabrice Deville), obcecado com Suzy, leva as duas mulheres mais velhas a manter Suzy consigo, enquanto Clara vai tentar reabilitar o quase-suicida Olivier, regenerando-o em sua casa. Continuar a ler

Phenomena, 1985

Etiquetas

, , , , , , , , , , , ,

PhenomenaNas montanhas da Suíça, onde algumas raparigas desaparecem às mãos de um misterioso assassino, a jovem Jennifer (Jennifer Connelly), filha de um famoso e rico actor de cinema, vem estudar numa escola de excelência para raparigas. Afligida por episódios de sonambulismo, e estranhamente guiada por insectos que parecem comunicar com ela por poderes psíquicos, Jennifer vai descobrir a morte da sua colega de quarto (Federica Mastroianni), e atrair a desconfiança das restantes colegas. Sentindo-se ameaçada, Jennifer procura a companhia do velho entomologista John McGregor (Donald Pleasence) que, através de larvas e de Jennifer, engendra um plano de chegar à verdade sobre o assassino. Continuar a ler

Tenebre, 1982

Etiquetas

, , , , , , , , , , , , , ,

TenebrePeter Neal (Anthony Franciosa), viaja dos Estados Unidos para Roma para promover o seu novo livro “Tenebrae”, quando descobre que alguém anda a matar pessoas em Roma, usando o seu livro como inspiração. Com a ajuda dos assistentes Anne (Daria Nicolodi) e Gianni (Christian Borromeo), Peter decide investigar por conta própria, ignorando os conselhos do detective Germani (Giuliano Gemma), que teme pela sua vida. Os crimes sucedem-se, e Neal crê que o culpado seja o apresentador de televisão, e seu fã, Christiano Berti (John Steiner), ao mesmo tempo que desconfia que a sua noiva, enciumada, Jane McKerrow (Veronica Lario), o tenha seguido secretamente para Roma. Continuar a ler

Inferno, 1980

Etiquetas

, , , , , , , , , , , , , ,

InfernoRose Elliot (Irene Miracle), uma estudante de Nova Iorque, está obcecada com os segredos do prédio onde vive. Lendo o livro “As Três Mães”, escrito pelo arquitecto que construiu o prédio, Rose aprende sobre essas figuras mágicas que lidam com bruxaria. Procurando saber mais, Rose vai descobrir galerias secretas, salas inundadas e uma chave misteriosa. Quando Rose tenta contactar o irmão Mark (Leigh McCloskey), que estuda em Roma, é a amiga deste, Sara (Eleonora Giorgi), quem lê a sua carta e decide investigar o dito livro. A partir de então cada uma das duas mulheres, e mais tarde Mark, será vítima de atentados por figuras misteriosas, que matam todos os que tentam descobrir mais sobre As Três Mães. Continuar a ler