Etiquetas

,

Foram dezanove os filmes aqui apresentados para ilustrar a vaga de obras que inundou Hollywood nos anos 50 e 60, com inspiração no teatro de autores norte-americanos contemporâneos. Foi uma época de mudança, com os temas ácidos do teatro nova-iorquino, de Tennesse Williams, Arthur Miller, Eugene O’Neill, Clifford Oddets, Paddy Chayefsky, William Inge, Edward Albee entre outros, a serem adaptados por uma geração de realizadores com raízes no teatro, como por exemplo Nicholas Ray, Elia Kazan, Robert Rossen, Daniel Mann, Mike Nichols, Sidney Lumet, Joshua Logan, Richard Brooks e George Seaton.

Este ciclo é de certo modo irmão de um ciclo que fica prometido para outra oportunidade, o dos «Message movies», que surgiu na mesma altura, com obras que tentavam provocar pela sua acutilância em relação a incómodos temas sociais, geralmente a partir do mesmo conjunto de realizadores.

Recorda-se, entretanto, a lista de filmes aqui apresentados, e reforça-se o convite para ler os textos adicionais

Textos adicionais
A lista de filmes

• 1950: The Glass Menagerie (Algemas de Cristal) – Irving Rapper
• 1951: A Streetcar Named Desire (Um Eléctrico Chamado Desejo) – Elia Kazan
• 1951: Death of a Salesman (A Morte de Um Caixeiro Viajante) – Laslo Benedek
• 1952: Come Back, Little Sheba (A Cruz da Minha Vida) – Daniel Mann
• 1954: The Country Girl (Para Sempre) – George Seaton
• 1955: East of Eden (A Leste do Paraíso) – Elia Kazan
• 1955: Marty – Delbert Mann
• 1955: Rebel Without a Cause (Fúria de Viver) – Nicholas Ray
• 1956: The Catered Affair – Richard Brooks
• 1957: 12 Angry Men (Doze Homens em Fúria) – Sidney Lumet [argumento de Reginald Rose]
• 1958: Cat on a Hot Tin Roof (Gata em Telhado de Zinco Quente) – Richard Brooks
• 1959: Suddenly, Last Summer (Bruscamente no Verão Passado) – Joseph L. Mankiewicz
• 1960: Inherit the Wind (O Vento será a tua Herança) – Stanley Kramer
• 1961: A Raisin in the Sun (Um Cacho de Uvas ao Sol) – Daniel Petrie
• 1961: Splendor in the Grass (Esplendor na Relva) – Elia Kazan [argumento de William Inge]
• 1962: Long Day’s Journey Into Night (Longa Viagem para a Noite) – Sidney Lumet [peça de Eugene O’Neill]
• 1962: Sweet Bird of Youth (Corações na Penumbra) – Richard Brooks [peça de Tennessee Williams]
• 1964: The Night of the Iguana (A Noite de Iguana) – John Huston
• 1966: Who’s Afraid of Virgina Woolf? (Quem Tem Medo de Virginia Woolf?) – Mike Nichols

Presentes em ciclos anteriores, mas também encaixando neste tema recorda-se ainda:

• 1956: Bus Stop (Paragem de Autocarro) – Joshua Logan
• 1961: The Children’s Hour (A Infame Mentira) – William Wyler
• 1961: The Misfits (Os Inadaptados) – John Huston

Anúncios