Etiquetas

, , , , , , , , , , , ,

The Kid BrotherSinopse:

Harold Hickory (Harold Lloyd), é o filho mais novo de Jim Hickory (Walter James), o respeitável xerife de Hickoryville. Harold vive à sombra dos dois irmãos mais velhos, Leo (Leo Willis) e Olin (Olin Francis), sem que o pai o note. Quando Mary Powers (Jobyna Ralston) e o seu grupo de vendedores de banha da cobra chegam a Hickoryville, vão precipitar uma série de acontecimentos que culminam no roubo do dinheiro que toda a cidade reuniu para construir um dique. Enamorado de Mary, Harold quer-se provar perante ela, e também perante o seu pai, entretanto acusado do roubo do dinheiro.

Análise:

“Levado da Breca” foi a décima longa-metragem de Harold Lloyd, a quinta produzida em nome próprio, já sem o seu antigo mentor, Hal Roach, e a primeira sem ter nem Sam Taylor nem Fred Newmeyer na realização.

Por esta altura, com o cinema sonoro a chegar aos cinemas, Lloyd mantinha-se fiel ao seu famoso personagem de óculos, numa comédia muda ao seu estilo, numa produção para a Paramout Pictures de Jesse L. Lasky e Adolph Zukor. A realização foi creditada a Ted Wilde, J. A. Howe, mas o filme foi na verdade realizado em grande parte por Lewis Milestone, que por questões contratuais não o pode terminar, nem ter o seu nome associado ao filme. O próprio Lloyd terá tido funções de realizador durante algum tempo, num filme que teve também muitos pares de mãos envolvidos na escrita.

Em “Levado da Breca” Lloyd é o filho mais novo de uma família rural, cujo pai, Jim Hickory (Walter James) é o xerife de Hickoryville, que lidera com firmeza, sem perceber que além dos dois filhos que admira, Leo (Leo Willis) e Olin (Olin Francis), tem um terceiro, mais franzino, de nome Harold. Deixado constantemente para trás, Harold compensa com inteligência o que lhe falta em força física, como se vê no modo original como vai resolvendo as tarefas domésticas.

Tudo muda quando chega a Hickoryville uma troupe circense de vendedores de banha da cobra. Seduzido por Mary Powers (Jobyna Ralston), a dona da troupe, Harold faz-se passar pelo seu pai, assinando a licensa de actuação, e pretendendo ser um corajoso xerife. Só que tudo termina mal para Harold e o pequeno circo. Enquanto Mary procura refúgio junto de Harold, os seus ajudantes decidem vingar-se, roubando o dinheiro reunido por toda a vila, que Jim Hickory guarda para a construção de um dique. Quando as suspeitas do roubo recaiem sobre o próprio Jim Hickory, é Harold quem tem de salvar a honra do pai, e assim provar-se perante aquela que ama.

Com a imaginação e destreza física que o caracterizam, Harold Lloyd criou um dos seus melhores filmes, feito principalmente de perseguições inventivas. O filme é uma sequência de momentos, cada qual uma correria sempre cheia de imaginação. Destacam-se as cenas com Jobyna Ralston em casa de Harold; os enganos de identidade dos irmãos de Harold (que na manhã seguinte julgam que é Mary, e não Harold, quem está na cama); a perseguição a Harold por parte dos seus irmãos; e por fim, a longa sequência no navio encalhado em que Harold recupera o dinheiro roubado por Sandoni (Constantin Romanoff), e que é o ponto mais alto do filme.

Nenhum momento é repetitivo, e o filme tem a proeza de juntar humor, drama, enredo e gags de forma fluida e equilibrada, numa história que é ao mesmo tempo humana, aventureira, e sempre repleta de humor.

Este seria o último filme de Lloyd com sua habitual diva, Jobyna Ralston, e o seu penúltimo filme mudo. “Levado da Breca” foi um enorme sucesso aquando da sua estreia.

Produção:

Título original: The Kid Brother; Produção: The Harold Lloyd Corporation; Produtores Executivos: Jesse L. Lasky [não creditado], Adolph Zukor [não creditado]; País: EUA; Ano: 1927; Duração: 82 minutos; Distribuição: Paramount Pictures; Estreia: 17 de Janeiro de 1927 (EUA), 24 de Fevereiro de 1930 (Portugal).

Equipa técnica:

Realização: Ted Wilde, J. A. Howe, Lewis Milestone; Produção: Harold Lloyd [não creditado]; História: John Grey, Ted Wilde, Thomas J. Crizer; Argumento: John Grey, Lex Neal, Howard J. Green; Fotografia: Walter Lundin [preto e branco]; Director de Produção: John L. Murphy; Montagem: Allen McNeil; Direcção Artística: Liell K. Vedder; Caracterização: Wallace Howe [não creditado].

Elenco:

Harold Lloyd (Harold Hickory), Jobyna Ralston (Mary Powers), Walter James (Jim Hickory), Leo Willis (Leo Hickory), Olin Francis (Olin Hickory), Constantine Romanoff (Sandoni), Eddie Boland (‘Flash’ Farrell), Frank Lanning (Sam Hooper), Ralph Yearsley (Hank Hooper).