Etiquetas

, , , , , , , , , , , ,

House of the Long ShadowsSinopse:

Kenneth Magee (Dezi Arnaz Jr.) é um escritor que, em conversa com o seu editor Sam Allyson (Richard Todd), aceita a aposta de escrever em 24 horas um romance ao estilo clássico, como “O Monte dos Vendavais”. Viaja por isso para a remota Bllyddrpaetwr Manor, em Gales, onde espera ambiente e isolamento que lhe permitam cumprir a tarefa. Só que a partir do momento que chega à sinistra mansão, Kenneth percebe que não está só. Com ele estão os velhos caseiros Elijah e Victoria (John Carradine e Sheila Keith), a que se junta o viajante Sebastian (Peter Cushing), o antigo dono da casa, Lionel Grisbane (Vincent Price), e o autoritário Corrigan (Christopher Lee), um homem que diz estar prestes a comprar a mansão. Além deles chega ainda Mary Norton (Julie Peasgood), secretária de Sam, que vem avisar Kenneth de que corre um grande perigo, e aquelas pessoas não são quem dizem ser.

Análise:

Produto da independente britânica London-Cannon Films, Pete Walker realizou para Menahem Golan e Yoram Globus um filme de homenagem ao terror clássico dos anos 60 e 70. Objectivo e chamariz principal foi reunir no mesmo filme quatro das figuras essenciais do terror clássico: Vincent Price, John Carradine, Christopher Lee e Peter Cushing. O veículo para esta reunião, foi o romance “Seven Keys to Baldpate” de Earl Derr Biggers, anteriormente adaptado ao teatro por George M. Cohan. No elenco. como protagonista. destaca-se ainda Dezi Arnaz Jr., prestes a tornar-se internacionalmente conhecido graças à série televisiva “Automan”.

À boa maneira gótica, o enredo leva o protagonista Kenneth Magee (Dezi Arnaz Jr.) a uma remota e antiquíssima mansão aristocrática, a qual parece encerrar um passado de mistério e crime. Só que, apesar de lhe ser prometido isolamento para escrever um livro gótico, Kenneth apercebe-se que várias figuras sinistras confluem para aquela casa na mesma noite.

Cedo a aura de mistério paira sobre a casa, principalmente depois da chegada de Mary Norton (Julie Peasgood), a advogada do editor de Kenneth (Richard Todd), que o convence de que aquelas pessoas não são quem dizem ser, e não se lhes conhece o verdadeiro motivo para ali estarem. À luz de velas, tropeçando em mobílias antigas cobertas por lençóis e tacteando no escuro, o casal vai tentando fazer sentido do que se passa, percebendo desde logo ter um mistério a decifrar.

Embora com um ritmo lento, e pouco convicto a início, o filme ganha uma boa dinâmica, sobretudo depois de todos os personagens serem apresentados. Embora com três das quatro estrelas maiores já em final de carreira (apenas Christopher Lee teria ainda muitos filmes pela frente), todas elas conseguem transmitir um pouco da sua mística, brincando com os clichès que os tornaram conhecidos (note-se o solilóquio forçado de Vincent Price, ou a entrada draculínea de Christopher Lee).

O filme é por isso um misto de horror, mistério e comédia, esta não declarada, mas presente na forma como se nota que todos brincam com o género do filme. No final, uma série de volte-faces traz-nos um final surpreendente, no qual toda a história se revela uma farsa para enganar Kenneth, a qual por sua vez é apenas imaginação do autor (sendo por isso nós os enganados).

Mesmo não estando à altura dos filmes que pretende homenagear, “A Noite das Facas Longas” é um exercício simpático que não desonra a carreira dos quatro actores consagrados.

“Seven Keys to Baldpate” foi anteriormente motivo de cinco outros filmes, de 1917, 1925, 1929, 1935 e 1947. E este seria ainda a último dos 22 filmes em que Christopher Lee e Peter Cushing participaram juntos.

Produção:

Título original: House of the Long Shadows; Produção: Golan-Globus Productions, London-Cannon Films; País: Reino Unido; Ano: 1983; Duração: 97 minutos; Distribuição: Cannon Film Distributors Ltd.; Estreia: Janeiro de 1983 (Avoriaz Fantastic Film Festival, França), 17 de Junho de 1983 (Reino Unido), 13 de Fevereiro de 1984 (Fantasporto, Portugal).

Equipa técnica:

Realização: Pete Walker; Produção: Menahem Golan, Yoram Globus; Produtora Associada: Jenny Craven; Argumento: Michael Armstrong Lawrence Huntington [a partir do livro “Seven Keys to Baldpate” de Earl Derr Biggers e da peça do mesmo nome de George M. Cohan]; Música: Richard Harvey; Fotografia: Norman G. Langley; Montagem: Robert C. Dearberg; Direcção Artística: Mike Pickwoad; Caracterização: George Partleton; Directora de Produção: Jeanne Ferber; Figurinos: Polly Hamilton, Alan Flyng.

Elenco:

Vincent Price (Lionel Grisbane), Christopher Lee (Corrigan), Peter Cushing (Sebastian), Desi Arnaz Jr. (Kenneth Magee), John Carradine (Lord Elijah Grisbane), Sheila Keith (Victoria), Julie Peasgood (Mary Norton), Richard Todd (Sam Allyson), Louise English (Diana Caulder), Richard Hunter (Andrew Caulder), Norman Rossingto (Chefe da Estação).

Anúncios