Etiquetas

, , , , ,

Der Golem, wie er in die Welt kamSinopse:

Na Praga medieval o rabino Rabbi Loew lê nas estrelas que uma catástrofe irá acontecer à comunidade judaica. No dia seguinte o Sacro Imperador Romano Luhois decreta a expulsão dos judeus de Praga.

O enviado do Imperador, o cavaleiro Florian, traz a notícia, e seduz Miriam, a filha de Loew, prometida de Famulus. Loew pede a Florian para relembrar o Imperador das vezes em que ele o ajudou, e o cavaleiro parte, regressando a Praga com a convite para Loew visitar a corte.

Entretanto Loew conta a Famulus que criou o Golem, com barro, mas precisa da sua ajuda com rituais mágicos, para lhe dar vida. Juntos Loew e Famulus dão vida ao Golem criando um amuleto que contém o demónio Astaroth, e o Golem é domesticado em tarefas domésticas.

Loew leva o Golem consigo para o palácio imperial e usa a sua ilusão para narrar a história dos judeus. O escárnio dos cortesãos provoca o desmoronamento do palácio, e o Golem suporta o tecto, salvando a corte. Em reconhecimento o Imperador retira o decreto de expulsão dos judeus.

De volta a Praga e ao ghetto judeu, Loew lê nas estrelas que o Golem começará a tornar-se perigoso, e desactiva-o, retirando-lhe o amuleto. Mas quando Famulus vai chamar Miriam para os festejos, encontra-a com Florian, e como vingança volta a colocar o amuleto no Golem, enviando-o contra Florian.

O Golem mata Florian, incendeia a casa e rapta Miriam. Famulus corre à sinagoga para avisar os anciães, e Loew através de um encantamento liberta o Golem da influência de Astaroth, o que faz este deixar Miriam, e sair do ghetto.

Fora do ghetto, o Golem vê algumas raparigas a brincar e aproxima-se. Fogem todas menos uma que, ao colo do Golem, lhe retira o amuleto por curiosidade, e este cai inanimado. Os judeus encontrando-o caído à saída do portão, levam-no consigo de volta para o ghetto.

Análise:

“Der Golem” foi o terceiro de três filmes realizados por Paul Weneger sobre a criatura mágica da mitologia judaica, e o único a sobreviver até hoje.

A história baseia-se no mito do Golem de Praga, que no final do século XVI terá salvo os judeus de Praga de uma perseguição. Mais notável ainda é o facto de poucos anos depois os Nazis ainda procurarem em Praga por vestígios desse Golem, que segundo a lenda um dia voltaria a salvar o povo judeu.

Fica a curiosidade de vermos um filme de enaltecimento do povo judeu realizado na Alemanha nas vésperas da II Guerra Mundial.

Os cenários criados pelo arquitecto Hans Poelzig mostram-nos um ghetto judeu de acordo com a estética expressionista, angular e de perspectivas irreais, interiores labirínticos, e atmosfera opressiva. É de notar a quantidade de planos filmados de detrás de uma porta ou outro obstáculo, conferindo a habitual profundidade de cada plano. Karl Freund viria a destacar-se como fotógrafo, pelo seu uso da luz e sombras.

Se bem que uma história judaica, ela afasta-se do mito quando o Golem obtém a redenção do seu povo, não por ameaça aos germânicos, mas sim por os salvar de uma catástrofe. Num aligeirar da conotação cultural, será um escândalo sexual a despoletar a violência final do monstro.

É ainda bastante simbólico que a sua desactivação final ocorra às mãos de uma inocente e muito loura menina ariana. A cena final em que o monstro encontra a rapariga influenciaria a famosa cena do filme “Frankenstein” de James Whale com Boris Karloff, em 1931.

Produção:
Título original: Der Golem, wie er in die Welt kam [Título inglês: The Golem: How He Came Into the World]; Produção: Projektions-AG Union (PAGU); País: República de Weimar (Alemanha); Ano: 1970; Duração: 85 minutos; Distribuição: Universum Film AG (Ufa) (Alemanha); Estreia: 29 Outubro 1920 (Alemanha).

Equipa técnica:
Realização: Paul Wegener, Carl Boese; Produção: Paul Davidson; Argumento: Henrik Galeen, Paul Wegener; Música Original: Hans Landsberger; Fotografia: Karl Freund, Guido Seeber; Direcção Artística: Hans Poelzig, Kurt Richter; Guarda-roupa: Rochus Gliese.

Elenco:
Paul Wegener (O Golem), Albert Steinrück (Rabino Löw), Lyda Salmonova (Miriam, a filha do rabino), Ernst Deutsch (Rabino Famulus), Hans Stürm (Rabino Jehuda, o ancião), Max Kronert (o Servidor do Templo), Otto Gebühr (Imperador Luhois), Dore Paetzold (a concubina do Imperador), Lothar Müthel (Cavaleiro Florian), Greta Schröder (Menina com a rosa), Loni Nest (uma menina).