Etiquetas

, , , , , , ,

The Old Dark HouseSendo um projecto diferente do habitual, “The Old Dark House”, produzido e realizado por William Castle, é claramente uma comédia, que decorre num ambiente de terror gótico. Mais uma vez a Hammer foi buscar inspiração nos velhos filmes da Universal, com uma equipa um pouco diferente do habitual e usando para este remake, pela primeira vez um actor americano, Tom Poston, como personagem principal, algo que repetiria mais algumas vezes. O filme é no entanto considerado muito inferior à versão de 1932, realizada por James Whale.

Sinopse:
Tom Penderel procura Caspar Femm, o amigo com quem divide um apartamento, num clube, para lhe entregar o seu novo carro. Caspar persuade Tom a ir de carro até à mansão de família, Femm Hall, em Dartmoor, e viaja ele próprio de avião. Viajando num temporal, Tom tem um acidente com o carro à chegada, e à porta da mansão cai num alçapão. Recebido por Petiphar Femm, Tom descobre que Caspar morreu à chegada, e repousa num caixão aberto. A partir daí percebe que a família é composta por um grupo de excêncetricos. O dominador Roderick, que patrulha a casa com uma espingarda, a doce Cecily, por quem Tom se interessa romanticamente, a sedutora Morgana que não perde uma oportunidade para se declarar a Tom, o pai desta Morgan, que persegue Tom para o matar, a matriarca Agatha, que faz tricot incessantemente, Petiphar que construiu uma nova arca de Noé, e Jesper, irmão gémeo de Casper. Roderick faz as honras da casa, contando a Tom, que uma enorme fortuna está reservada a quem nela morar, sendo por fim atribuída ao último sobrevivente. As pessoas começam a morrer uma por uma, e todos são suspeitos, até Tom, que alguns crêem como parente afastado. Embora seja vítima de vários atentados, e tente fugir várias vezes, Tom acaba sempre dentro de casa. Por fim descobre que a assassina é a doce Cecily, e frustra o plano dela de destruir a casa com explosivos. Um a um Tom desliga-os todos, atirando o último para o meio das árvores, rebentando este aos pés de Cecily. Salvador da mansão, Tom ganha com isso o não desejado prémio de casar com Morgana.

Análise:
“The Old Dark House” é mais uma comédia que um filme de terror, parodiando o género com todos os clichès do gótico presentes na sinistra casa habitada por perigosos excêntricos. A escolha de Tom Poston para o papel principal, o da vítima Tom Penderel, foi um nítido piscar de olhos ao mercado americano, que se repetiria na Hammer. Poston tem uma interpretação bem conseguida, sendo o fulcro do humor da história, num misto de confusão e atrapalhação natural, com a sua nacionalidade a ser motivo de várias piadas. Passado num ambiente gótico (a casa podia ser a mesma de outros filmes da Hammer), com toda a acção as decorrer numa única noite (salvo o prólogo inicial). O filme nunca assusta, nem é esse o seu objectivo, e mesmo no seu aspecto mais “terrível”, os restantes habitantes da casa não conseguem mais que nos fazer rir, dado o modo como parodiam o género (aliás todo o elenco é brilhante, um dos mais bem conseguidos de todos os filmes de terror da Hammer), nesta espécie de comédia de enganos de contornos criminais. Sem ser uma obra indispensável, a história é bem contada, reservando-nos muitas surpresas e mantendo o interesse com o ritmo alucinante com que os eventos acontecem. O filme foi no entanto um fracasso, e é considerado pelos críticos como bastante inferior à versão de 1932 com Boris Karloff, do qual tem inúmeras diferenças.

Produção:
Título original: The Old Dark House; Produção: William Castle / Hammer Film Productions. País: Reino Unido; Bray Studios; Ano: 1962; Duração: 86 minutos; Distribuição: Columbia Pictures Corporation; Estreia: 30 de Outubro de 1963 (Inglaterra).

Equipa técnica:
Realização: William Castle; Produção: William Castle; Argumento: Robert Dillon, baseado no romance de J. B. Priestley; Produtora Associada: Donna Holloway; Desenhos: Chas Addams; Música e Direcção de Orquestra: Benjamin Frankel; Fotografia: Arthur Grant; Produção Artística: Bernard Robinson; Montagem: James Needs; Caracterização: Roy Ashton; Guarda-roupa: Molly Arbuthnot; Efeitos Especiais: Les Bowie.

Elenco:
Tom Poston (Tom Penderel), Robert Morley (Roderick Femm), Janette Scott (Cecily Femm), Joyce Grenfell (Agatha Femm), Mervyn Johns (Petiphar Femm), Fenella Fielding (Morgana Femm), Peter Bull (Caspar/Jasper Femm), Danny Green (Morgan Femm), John Harvey (recepcionista do clube).

Anúncios